Arquivo Author

21 de março de 2011

Grandes empresas ainda não aplicam plenamente a Lei do Aprendiz

Pesquisa com as maiores empresas do Brasil identificou problemas no cumprimento da Lei de Aprendizagem (10.097/2000). Segundo o estudo, que consultou 109 companhias, 7% não têm aprendizes. Das 93% que contratam, 43% estão abaixo do exigido pela lei. Entre as que cumprem a cota, 83% não excedem o mínimo de 5%.

Os dados são da pesquisa “Perfil Social, Racial e de Gênero das 500 Maiores Empresas do Brasil e Suas Ações Afirmativas”, lançada na última quinta-feira (11/11), na cidade de São Paulo (SP). O estudo foi realizado pelo Instituto Ethos e pelo Ibope por meio de um questionário enviado a 500 empresas.

De acordo com os presidentes das empresas, responsáveis pelas respostas, a principal justificativa para a não contratação de aprendizes é a falta de conhecimento ou experiência da companhia para lidar com o assunto (41%). Outros 36% dizem que o motivo é a falta qualificação dos aprendizes e 23% a falta de interesse dos aprendizes pela empresa.

A pesquisa também constata uma reprodução, com os aprendizes, da desigualdade observada na contratação de mulheres, negros e pessoas com deficiência. Do total de aprendizes contratados pelas empresas, 37% são mulheres, 35% negros e apenas 0,5% são adolescentes e jovens com deficiência. Desse último grupo, 0,22% têm deficiência física, 0,10% visual, 0,15% auditiva e 0,03% com múltiplas deficiências.

As principais áreas de formação dos aprendizes são: administrativa, operações, recursos humanos e comercial.

Dúvidas

Empresário, para esclarecer dúvidas de como contratar aprendiz, acesse: COMO CONTRATAR

Tags: ,
Postado em Lei do Aprendiz | Comentários desativados em Grandes empresas ainda não aplicam plenamente a Lei do Aprendiz

21 de janeiro de 2011

Jovem experimenta rotina de trabalho no Mato Grosso

Experiência no mercado de trabalho. Esta é a expectativa da jovem Paola Aguiar da Silva, de 17 anos, que começou a estagiar na Eletrobras Eletronorte Mato Grosso em janeiro, em uma turma de oito estudantes do projeto Jovem Aprendiz. Após os cinco meses de formação no Senai, Paola está pronta para praticar o que viu na teoria. “Minha expectativa é grande, vou aprender coisas para minha vida profissional e pessoal”.

E não é só a Paola que está na expectativa. Sua colega, Fernanda Gonçalves da Silva, de 16 anos, espera aproveitar tudo que estudou para poder usufruir do estágio. “É uma ótima oportunidade. Desde o início do programa recebemos acompanhamento da assistente social responsável pelo projeto na empresa”.

O Programa Jovem Aprendiz prevê incluir jovens de baixa renda no mercado de trabalho, de forma que atividade seja um momento de aprendizagem, seguindo o proposto na Lei do Aprendiz (10.097),  de 2000.

Para Kátia Stumpp, a assistente social da União Social de Assistência (USA), que contratada os aprendizes para a Eletrobras Eletronorte, é gratificante acompanhar os jovens. “A empresa promove reuniões com os estudantes, com as famílias, com os professores no SENAI, e com os supervisores na empresa. É gratificante ver a mudança que essa experiência causa na vida desses jovens, não só profissional, mas no pessoal também”.

Diferença

A diferença já pode ser notada nas ações diárias. É o que afirma a mãe do jovem Luiz Felipe, Maura Farias, que acha muito importante o filho ter esta experiência na empresa. “Ele está mais responsável, demonstra mais interesse em aprender coisas novas”.

A turma que iniciou em janeiro é de Administração Industrial e segue até 7 de junho. Além da qualificação, os aprendizes recebem uma bolsa para ajudar nas despesas, além de auxílio alimentação e vale transporte.

Postado em Jovem e Trabalho | Comentários desativados em Jovem experimenta rotina de trabalho no Mato Grosso

29 de dezembro de 2010

Projeto de capacitação ajuda a diminuir violência em cidade da Grande SP

O Projeto Adolescente Aprendiz, de Diadema, na Grande São Paulo, criado para mostrar novas oportunidades para jovens vindos de áreas de maior vulnerabilidade social, conseguiu ao longo dos anos ajudar a diminuir os índices de violência do município paulista.

A iniciativa surgiu em 2001 devido aos crescentes números da violência, que contavam com uma grande participação de jovens. A coordenadora do projeto Sylvia Gasparini conta que a morte de uma menina de 14 anos na Favela Naval foi o estopim para a criação do projeto. Ela ressalta que Diadema não figura mais entre os municípios mais violentos do estado.

Hoje, cerca de 16 mil adolescentes, de 14 e 15 anos, já passaram pelas capacitações, que são realizadas na Fundação Florestan Fernandes. “No período há um incentivo para continuar ou retomar o estudo em escola formal”, diz Sylvia. Os jovens têm orientação para o mundo do trabalho e resgate da história de vida pessoal e local, além de da criarem projetos comunitários para os locais onde moram. Depois aprendem a trabalhar com a área administrativa. Eles também recebem uma bolsa-aprendizagem da prefeitura de R$ 65.

No ano que vem o Adolescente Aprendiz será unificado com o programa ProJovem Adolescente, do Ministério do Desenvolvimento Social. “Nossa meta é conseguir mais jovens para os nossos cursos”, explica Sylvia.

Tags:
Postado em Jovem e Trabalho | Comentários desativados em Projeto de capacitação ajuda a diminuir violência em cidade da Grande SP

10 de dezembro de 2010

Programa de aprendizagem capacita jovens em atividades agrícolas

O Programa de Aprendizagem Rural capacita, por meio da Lei de Aprendizagem, adolescentes e jovens de 14 a 24 anos em atividades como fruticultura, cana-de-açúcar, entre outras no estado do Espírito Santo. Criada em 2004, a formação é oferecida Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do estado e já atendeu cerca de 700 pessoas.

Os cursos são realizados em municípios do norte do estado. As aulas acontecem em módulos com disciplinas como ética, cultura, língua portuguesa e matemática. Segundo o coordenador pedagógico Fabrício Gobbo, o número de alunos por turma vai de acordo com a exigência de cada empresa, mas se mantém por volta de 10 participantes. “As empresas que nos procuram para fazer as capacitações”, explica.

Gobbo conta que a maioria dos jovens continua trabalhando nas empresas, pois são efetivados.

Na última segunda-feira (6/12) mais duas turmas de fruticultura iniciaram as atividades no município de Sooretama.

Tags:
Postado em Lei do Aprendiz | Comentários desativados em Programa de aprendizagem capacita jovens em atividades agrícolas

3 de dezembro de 2010

Fórum Nacional pressionará por contratação de aprendizes na administração pública

Durante o Fórum Nacional de Aprendizagem, ocorrido na última terça-feira (30/11), em Brasília (DF), foi discutido, entre outros assuntos, o projeto de lei que obriga a contratação de aprendizes pela administração pública. A medida aumentaria o número de contratações no país, mas o projeto está parado na Casa Civil. Os participantes do Fórum decidiram que pressionarão o governo para que o projeto siga para votação no Congresso, diz o superintendente da Associação de Ensino Social Profissional (Espro), Marinus Jan van der Molen, integrante do Fórum.

Além disso, foi realizado o anúncio das 12 instituições que receberão o Selo de Responsabilidade Social Parceiros da Aprendizagem, concedido a instituições qualificadas em formação técnico-profissional, entidades governamentais e outras instituições que desenvolvam ações diferenciadas em favor da aprendizagem profissional. A Caixa Econômica Federal e a Espro, por exemplo, receberam o selo.

Ficou decidido também que o Fórum terá vigência até o final de março de 2011 e que até fevereiro do ano que vem deve ser entregue uma proposta para a nova eleição.

Função

Criado em 2008, o Fórum Nacional da Aprendizagem deve promover o contínuo debate entre instituições formadoras, órgãos de fiscalização e representação de empregadores e trabalhadores; desenvolver, apoiar e propor ações de mobilização para contratação de aprendizes; monitorar e avaliar o cumprimento da cota.

Tags: ,
Postado em Lei do Aprendiz | 1 Comentário »

30 de novembro de 2010

Caixa recebe selo Parceiro da Aprendizagem do Ministério do Trabalho

A Caixa Econômica Federal recebeu o selo Parceiro da Aprendizagem, promovido pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). A cerimônia de entrega que seria nesta terça-feira (30/11) foi adiada e a data ainda é indefinida.

O selo é concedido a empresas e entidades que atuam no desenvolvimento de ações que envolvam a formação, qualificação, preparação e inserção de adolescentes, jovens e pessoas com deficiência no mundo do trabalho, de acordo com diretrizes estabelecidas pelo MTE.

Em todo o Brasil, 17.055 adolescentes e jovens já foram incluídos no Programa Aprendizagem da Caixa. Destes, 3.707 adolescentes e 797 jovens ainda participam do programa.

Composto pelos projetos Adolescente Aprendiz, criado em 2003, para pessoas entre 15 e 18 anos de idade e Jovem Aprendiz, implantado em 2010, para jovens entre 18 e 24 anos, o Programa Aprendizagem da Caixa busca contratar adolescentes e jovens de baixa renda.

Postado em Lei do Aprendiz | Comentários desativados em Caixa recebe selo Parceiro da Aprendizagem do Ministério do Trabalho

26 de novembro de 2010

Fórum debate Plano Nacional de Aprendizagem no dia 30

Na próxima terça-feira (30/11) acontecerá a reunião ordinária do Fórum Nacional da Aprendizagem Profissional, em Brasília (DF). A principal pauta será o Plano Nacional de Aprendizagem.

Aprovado pelo FórumNacional e validado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE),  o documento seria lançado em maio deste ano, o que não ocorreu. Entre outros objetivos, o documento busca ampliar o número de aprendizes em pequenos municípios, implementar um sistema de avaliação e diversificar a oferta de cursos. Com base nestas e outras ações de estímulo, ele pretende aperfeiçoar a divulgação e o cumprimento da Lei de Aprendizagem (10.097) no país.

A reunião será das 9h às 15h, no Auditório do Ministério do Trabalho e Emprego, em Brasília (DF). Participarão representantes do MTE, Ministério da Educação (MEC), Secretaria Nacional da Juventude, Ministério Público do Trabalho – MPT; Centrais Sindicais; Confederações; Conselhos; Instituições Formadoras do Sistema S; Instituições Formadoras; e Sociedade Civil.

Tags:
Postado em Lei do Aprendiz | Comentários desativados em Fórum debate Plano Nacional de Aprendizagem no dia 30

22 de novembro de 2010

Curso preparatório oferece formação prévia para futuro aprendiz

Desde 2000 a organização ABC Aprendiz, de Santo André (SP), realiza um curso de pré-aprendizagem. O objetivo é que o jovem ingresse nas formações teórica e prática mais preparado. “Dessa forma eles não entram tão crus nas empresas”, explica a coordenadora pedagógica, Érica Teixeira.

A diferença entre o curso preparatório e o Programa de Aprendizagem é que o primeiro não tem nenhuma relação com a Lei 10.097/2000. Além disso, o curso de pré-aprendizagem dura apenas seis meses. Disciplinas como informática, contabilidade, práticas administrativas e ralações humanas são ministradas nessa fase de preparação.

O curso conta desde junho com a presença de meninas, o que antes não havia por uma opção da instituição. Érica explica que era uma tradição da ABC Aprendiz formar somente garotos para o mercado de trabalho, porém viram a necessidade de se adaptar à situação atual do mercado de trabalho.

Segundo a coordenadora, o programa de aprendizagem, em técnicas administrativas, é intensivo e realizado junto com o trabalho nas empresas. Algumas das disciplinas são parecidas com as do curso preparatório, mas outras não, como tecnologia da informação, cidadania e diversidade cultural. Por ano a instituição forma cerca de 240 adolescentes e jovens.

A ABC Aprendiz nasceu em 1962 e é administrado pelo Rotary Club Santo André.

Tags: ,
Postado em Lei do Aprendiz | Comentários desativados em Curso preparatório oferece formação prévia para futuro aprendiz

16 de novembro de 2010

Divulgado gabarito da seleção de aprendizes dos Correios

A empresa de seleção Consulplan divulgou nesta terça-feira (16/11) o gabarito da prova realizada na última segunda-feira (15/11) para seleção de mais de 4 mil aprendizes dos Correios.

Confira o gabarito: http://www.consulplanmg.com

O prazo estabelecido para recursos é de três dias úteis após a divulgação do gabarito.

Para entrar em contato com a empresa, clique aqui.

Tags:
Postado em Lei do Aprendiz | Comentários desativados em Divulgado gabarito da seleção de aprendizes dos Correios

10 de novembro de 2010

HIV ainda é barreira para aprendizes

“Aprendizes com HIV ainda enfrentam preconceito nas empresas e muitas vezes omitem a sua situação”. A afirmação é do coordenador do Projeto Adolescente Aprendiz, da Instituição Beneficente Conceição Macêdo (IBCM), padre Alfredo Dórea. O programa busca inserir no mercado de trabalho jovens vítimas da exclusão social na cidade de Salvador (BA).

Além de portadores de HIV, são atendidos pela instituição negros e pessoas com deficiência. Atuando há 11 anos, o projeto oferece formações como auxiliar administrativo, auxiliar de serviço bancário e hotelaria, serviços e eventos. A instituição conta hoje com 32 jovens. Eles são encaminhados por 12 organizações parceiras.

De acordo com Dórea, a formação é igual para todos os atendidos. Para os jovens com HIV, há uma orientação para que na formação prática eles se precaverem nas empresas, evitando que sejam vítimas de preconceito.

Ainda não há dados referentes ao número de aprendizes com HIV, mas, de acordo com o Ministério da Saúde, entre 2006 e 2009 quase 12 mil adolescentes entre 13 e 19 anos contraíram o vírus da AIDS. A média de novos jovens infectados no país a cada ano é de 66, além dos que não sabem que contraíram o vírus.

Apesar desses desafios, a Lei de Aprendizagem tem se mostrado um instrumento eficaz para inserir os jovens no mercado de trabalho. “Cada vez mais as empresas pedem experiência. Com a formação de aprendizes, possibilitamos ao adolescente resolver esse problema logo cedo e de uma forma legal”, explica o padre. “Queremos fortalecer a nossa marca que é a formação de aprendizes”, complementa.

Postado em Lei do Aprendiz | Comentários desativados em HIV ainda é barreira para aprendizes